RTP

Moçambique: grupo de terroristas decapitou mais de 50 pessoas

Grupo do Estado Islâmico decapitou mais de 50 pessoas em Moçambique. Um campo de futebol foi transformado num local de extermínio.

 

Foram decapitadas mais de 50 pessoas no norte de Moçambique, entre a passada sexta-feira e domingo, por um grupo de terroristas ligado ao Estado Islâmico. Os radicais levaram pessoas de várias aldeias para um campo de futebol, que acabou por se transformar num campo de extermínio, onde os corpos das vítimas foram desmembrados e decapitados, segundo a BBC.

Para além de deixarem um rasto de destruição por onde passam, tentam ainda recrutar jovens para aumentar a influência islâmica na zona. Os ataques a Moçambique e no sul de África têm sido recorrentes por parte de grupos ligados ao Estado Islâmico.

O governo moçambicano já pediu ajuda internacional para conseguir travar este tipo de terrorismo. Devido a vários ataques, já foram mortas mais de 2.000 pessoas por grupos jihadistas, e 430 mil ficaram sem casa em Moçambique.