Fonte: Lusa

Autoeuropa com quebra de 25% na produção

Fábrica da Volkswagen em Palmela constrói 192 mil carros em 2020, menos 65 mil do que em 2019

 

 

Fonte: Lusa

 

A Volkswagen Autoeuropa em Palmela vai encerrar o ano com 192 mil carros produzidos, que resulta numa redução de 58 mil unidades face ao previsto no início do ano.

A fábrica líder na produção automóvel e a mais exportadora de Portugal disse, num comunicado divulgado pelo responsável da comunicação, que a culpa desta quebra é da pandemia de covid-19, que acabou por ditar a interrupção da produção mais do que uma vez.

As paragens deveram-se quer à dificuldade em receber componentes para os modelos fabricados em Palmela, quer à impossibilidade de chegar aos mercados habituais. As operações logísticas foram também totalmente bloqueadas pelo confinamento.

“Em comparação com o ano transato, o volume de produção em 2020 representa uma quebra de cerca de 25%”, sublinha o mesmo comunicado.

A empresa fechou a 16 de março, tendo recorrido ao ‘lay-off’ simplificado durante o período mais crítico da primeira vaga de infeções. Retomou a atividade, de forma faseada, a partir de 20 de abril, mas manteve cerca de mil trabalhadores em casa até 17 de julho.

A Volkswagen Autoeuropa em Palmela refere ainda que tem, neste momento, 5400 trabalhadores, menos 400 do que no ano passado. A administração ressalvou que “nos últimos 12 meses” integrou nos quadros “mais de 1100 trabalhadores” que estavam com contratos a termo.